Intervenção será apresentada na Bienal de Arquitetura: urbanismo tático

 

Ação de urbanismo tático aconteceu no sábado (16) na Zona Norte de São Paulo

No último dia 16 de setembro, o bairro de Santana, na Zona Norte de São Paulo, foi palco de uma ação de intervenção urbana com foco no pedestre. A ação foi realizada pelo ITDP Brasil, com financiamento da Citi Foundation e em parceria com a Iniciativa Bloomberg para Segurança Global no Trânsito (BIGRS),  a Iniciativa Global de Desenho de Cidades (NACTO-GDCI), o WRI Brasil Cidades Sustentáveis e a Vital Strategies, com apoio da Prefeitura Regional de Santa/Tucuruvi, da Secretaria Municipal de Mobilidade e Transporte, da Escola Modelo da Faculdade de Arquitetura FIAM-FAAM e da start-up Urb-i — Urban Ideas.

A experiência ficou registrada em um curta-metragem que será apresentado na 11ª Bienal de Arquitetura de São Paulo, cuja etapa expositiva terá início em outubro deste ano. O tema convida a pensar sobre “O projeto”, entendido como um instrumento capaz de combinar diversas disciplinas presentes no planejamento urbano.

Ao longo de todo o dia, os moradores de Santana vivenciaram a experiência de um espaço mais seguro para o  pedestre e mais convidativo para a socialização. Algumas interseções entre as ruas Dr. César, Salete Voluntários da Pátria e Leite de Morais receberam mobiliário temporário e sinalização horizontal para induzir a redução de velocidade dos automóveis, diminuir a distância de travessia dos pedestres e aumentar a visibilidade entre o motorista e o pedestre, estimulando o respeito à vida e ao Código de Trânsito Brasileiro, que estabelece a prioridade do pedestre na hierarquia do trânsito. Cadeiras de praia, guardas-sóis e apresentações culturais foram atrativos da ação. Estudantes e voluntários testaram soluções em escala reduzida, intervindo em pontos onde é necessário ampliar a segurança viária.

Participantes da oficina de redesenho urbano realizada pelo ITDP no dia 24 de agosto estiveram presentes e conferiram as modificações propostas. Uma pesquisa com moradores e comerciantes da região também foi aplicada.

Segundo Danielle Hoppe, Gerente de Transportes Ativos – Mobilidade a pé do ITDP Brasil, o urbanismo tático — forma como ficou conhecida esta modalidade de intervenção no espaço público — é um recurso importante para sensibilizar as pessoas sobre a importância da caminhabilidade. “Quando o poder público apresenta um projeto de alteração do espaço viário, é natural que haja muita resistência. O urbanismo tático demonstra de forma concreta como é possível redesenhar o ambiente e enfatiza a melhoria proposta de forma mais clara, possibilitando ajustes de projeto quando necessário”.

Para Nilo Guilherme, que há mais de 30 anos se desloca diariamente de transporte público para trabalhar em Santana, a medida pode ser positiva para dinamizar o comércio local. “Quando há muito congestionamento e barulho, você se desencoraja a passear pelo bairro, fazer compras. E o comércio é muito importante para a nossa economia local”, afirmou.

Reportagem do Canal Mova-se sobre a intervenção

Galeria de Fotos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s